Recentemente a revista Runner’s World consultou três renomados gurus, tanto das pistas quanto especialista em tênis, como é o caso de Ken Larscheid, um dos responsáveis pela alavancagem da New Balance, os outros especialistas consultados foram Eric Sach e Carson Caprara, para darem dicas de como comprar um novo tênis de corrida.

Veja a lista com os seis erros mais comuns na hora de comprar seu “pisante zero bala”:

1. Evitar lojas especializadas

Segundo Larscheid, a maioria dos novatos em corrida não está disposta a ir a uma loja especializada em tênis de corrida para testar o calçado. Em vez disso, os corredores preferem o tênis mais barato que acham na primeira loja do shopping ou navegando pela internet. Apesar de acharem que estão economizando, essas pessoas estão sujeitas a comprar tênis errados, gastando mais do que se tivesse pesquisado com mais cuidado.

2. Pressão dos amigos

Trazer uma companhia para comprar seu tênis de corrida pode ser uma boa ideia, assim como também pode te trazer transtornos na hora de escolher. Julgamentos sobre o modelo, a cor ou o tamanho, mesmo que bem intencionados, costumam atrapalhar. É normal cedermos à opinião dos amigos, mas você com certeza sabe melhor sobre o que te serve do que ele.

3. Medo de aumentar seu número

A recomendação feita por Eric Sach é que você meça qual o número que calça toda vez que for comprar um novo tênis de corrida. “Pés não ficam menores”, explica ele. “Os músculos do seu pé suportam o peso do seu corpo todo dia, logo, eles ‘crescem’ e não diminuem”. É importante não ter vergonha do tamanho do seu número, não importa qual seja.

4. Acreditar demais em críticas e sugestões

Nem sempre você vai achar nas revisões e análises sobre tênis de corrida, sejam elas de “especialistas” ou não, as opiniões mais confiáveis. “Não é porque algo funciona para você que funcionará para todo mundo”, diz Sach. Novamente: você conhece mais seu pé do que qualquer um.

5. Acreditar que o tênis será o maior diferencial

O segredo do sucesso está em você, não no tênis que você usa. Carson Caprara diz que um erro comum cometido pelos corredores é procurar um tênis que conserte ou mude seu jeito de correr. “Em vez disso, eles deveriam procurar o tênis que melhor se encaixe na forma como seu corpo quer se mover”, afirma. “O objetivo do tênis de corrida deve ser garantir a melhor experiência possível para o corredor”.

6. Usar o tênis por muito tempo

Um tênis de corrida costuma durar de 450 a 800 quilômetros. Mas, claro, nem todos possuem um contador de distância no seu calçado. “A maioria das pessoas que se machucam ou sentem dor nem sabem a idade de seu tênis”, explica Ken Larscheid. Segundo ele, um sinal significativo de que você precisa trocar seu tênis é quando começa a sentir incômodos diferentes no pé.

Convidamos você a refletir, especialmente, em relação aos itens 4, 5 e 6 da lista, pois o instrumento principal para seu SUCESSO é Você.

Original escrito por Diogo Magri.

Anúncios