Parando alguns segundos para pensar, lembrei que fazer aniversário é algo extraordinário. Analisando assim a complexidade de números e datas, percebo afinal que faz sentido contabilizar a história em períodos de tempo.

Entretanto, como então descrever a alegria e a gratidão de fazer parte de um aniversário? Quando você é convidado para participar da comemoração, se sente especial e prestigiado. Quando você está inserido no clima do aniversário, se sente protagonista, parte desta festa.

Há um aniversário de alguém muito especial para mim. Alguém já bem crescida, que pode ser considerada senhora, mas com alegria e disposição para novos desafios e vitalidade para muitos e muitos anos. Eu sei que não poderei acompanhá-la por tanto tempo assim em seus projetos, mas gostaria de seguir admirando-a.

Acho que deixei certa curiosidade, sem mencionar quem é a aniversariante. Bom vou te dar algumas dicas. O nome dela é de origem indígena, da língua Bororo Ikuiapá. Em meados de setembro de 2010, eu tive o primeiro contato com ela. A primeira impressão não foi das melhores, mas eu acredito que a convivência faz com que você saiba apreciar as coisas boas do convívio em uma relação. E foi bem assim.

Logo eu me senti da família, até usando algumas expressões e vocabulário bem particulares dela, como “larga de moage, vote”. Começaram a me chamar de pau rodado, mas como já tinha um carinho por ela, eu fui entender que isso significava que eu era de fora, o que era verdade. Naquele momento eu já estava encantado por ela.

Hoje, faz quase sete anos que eu a conheço. Em 2016, tive duas alegrias ímpares. A primeira foi descobrir que vou ser papai e a segunda foi começar a correr. Você pode estar se perguntado sobre o que corrida tem a ver com aniversário. Calma, logo você vai entender.

A aniversariante me adotou como seu filho e vai adotar milha filha também, a Sophia Maria. Agora você entendeu? Sim isso mesmo, estou falando da nossa cidade, a grandiosa Cuiabá. Nesse dia 08 de abril ela faz aniversário.

Agora que quase tudo está esclarecido, só falta a história de correr, então vamos lá. Eu nunca vi tantas pessoas apaixonadas por atletismo quanto vejo em Cuiabá. Isso também me estimulou a começar a correr. Atualmente tenho minha rotina programada para correr, como dizemos “pagar os treinos”.

Assim, além desse texto, quero deixar minha gratidão e meu enorme carinho por esta cidade maravilhosa que vai completar 298 anos, quase uma senhora, mas linda e hospitaleira, de abraços calorosos de quase 40º graus, literalmente, no centro geodésico da América latina.

São inúmeros os adjetivos e os elogios que poderia relatar. Sei que, porém, muitas vezes ela é maltratada por seus próprios filhos, de diversas formas. Mas, prefiro neste momento enaltecê-la e lembrar apenas das coisas boas que ela nos proporciona. Feliz aniversário Cuiabá, você faz parte na minha história e minha homenagem, no seu dia, será fazendo o que tanto gosto. Neste sábado eu vou correr por você!

Carlos Teixeira de Camargo, o Carlos TX, é Administrador, Contador e blogueiro no canal @corredoressemnome

Anúncios