sommelierUma pessoa usando um terno preto, com nariz levantado e um jeito arrogante. Muita gente ao ouvir sobre o sommelier de vinhos acaba criando essa imagem mental sem saber que, na verdade, esse profissional tem mais a ver com alguém que pode lhe ajudar a escolher o melhor vinho do que com um personagem esnobe da cultura popular.

Para falar a verdade, tem até mais detalhes envolvidos no trabalho de sommelier do que você pode imaginar (como o bom conhecimento de história e geografia que ele precisa ter). Mas, para entender melhor a respeito disso tudo, que tal conferir esse post?

Veja!

Afinal, o que é um Sommelier de Vinhos?

Derivada da palavra francesa somier (bagageiro carregado por animais lá no século XIV), o saumalier, como era chamado na época, foi o sujeito que cuidava das mercadorias transportadas para que chegassem da melhor forma possível ao seu destino.

Só que, com o passar do tempo, a grafia da palavra, tornando-se sommelier, significando aquele profissional que cuidava de um tipo bem específico de carga: os vinhos e cervejas dos reis.

Um dos trabalhos do sommelier, que além de verificar a procedência e a qualidade dos produtos, cuida de sua estocagem e até mesmo negocia alguns rótulos mais específicos no mercado.

O dia a dia desse profissional

Para ficar ainda mais claro qual é o papel de um sommelier, nada melhor do que entender como é o dia a dia dele em um restaurante. Ao contrário do que alguns acham, essa pessoa não é do tipo que vai ficar fazendo esquisitices do mundo do vinho durante o trabalho. Nada disso!

Logo de manhã, o papel do sommelier é verificar se as garrafas da adega estão posicionadas na maneira correta – e até arruma-las, caso seja necessário. Depois, eles costumam experimentar novos rótulos para saber quais podem ou não entrar na cartela da casa.

Além disso, é ele que, negocia novos rótulos no mercado, vendo quando um novo carregamento está para chegar no país e tentando fechar um pedido com bom preço para o dono da casa.

Já na hora do atendimento, um bom sommelier precisa saber também não apenas qual taça usar ao servir o vinho como a melhor maneira de colocar a bebida por ali — a forma correta de posicionar a garrafa para não respingar e até encontrar a melhor temperatura do vinho antes de servi-lo. Algo que começa com a análise da própria rolha da garrafa, que pode indicar pelo cheiro o estado do líquido.

Esse profissional sabe apreciar o sabor do vinho, mas não só isso. Ele precisa entender de física, química, gastronomia e até um pouco de economia.

Como se tornar um Sommelier

Quem deseja ter os dons do sommelier pode aprender as características da profissão com um pouco de estudo. E o que não falta são cursos de especialização que existem hoje aos montes pelo país.

Aqueles que puderem também devem aproveitar para viajar para outros países (como Chile, Itália e França) para experimentar os vinhos apresentados em feiras especiais, realizadas muitas vezes pelos próprios produtores.

Por fim, o sommelier precisa conhecer a gastronomia para entender quais são os alimentos combinam com uma determinada bebida.

Como você viu, o Sommelier de Vinhos é um sujeito muito mais importante (e menos caricato) do que a maioria das pessoas imagina. Por isso, sempre que puder, siga os conselhos e pegue algumas dicas com esses profissionais.

Fonte: wineme.com.br (com adaptações)
Anúncios