PisadaVocê está na casa dos 20 anos e já sente dores no joelho ou na coluna? Percebeu que o seu tênis fica desgastado mais de um lado do que do outro? Sente que poderia correr mais leve e rápido? Então, precisa procurar um ortopedista. Sem saber, você pode estar pisando de forma errada.

O modo como se pisa é determinado a partir das características anatômicas de cada indivíduo, como, por exemplo, os tipos de pé, joelhos e flexibilidade nas articulações.

As empresas fabricantes de tênis abusam da tecnologia para melhorar a absorção do impacto e evitar entorses. Os tênis neutros não interferem no desempenho ou prejudicam o atleta, mas se for comprado um para a correção e a pisada não for aquela que o tênis diz corrigir, pode piorar a lesão. Cada pessoa pisa de uma maneira, mas costuma-se generalizar em três tipos, veja cada um deles na imagem abaixo:

tipo-de-pisada

A melhor maneira de descobrir como se pisa é procurar um ortopedista, de preferência especializado em tornozelo e pé. Caso alguma doença não seja diagnosticada, faz-se o teste com fisioterapeuta especializado em baropodometria, que é a análise de marcha.

Caso não tenha acesso a esses especialistas, um teste caseiro pode ajudar: molhe a sola do pé e caminhe sobre uma folha de jornal. Depois compare o desenho feito na folha com a imagem acima para saber se sua pisada é pronada, neutra ou supinada.

Agora, é só comprar o tênis certo para os seus pés e correr até cansar.

Fonte: Eu Atleta (com adaptações)
Anúncios